22 outubro 2010

Carência

♪Quando tá escuro e ninguém te ouve, quando chega a noite e você pode chorar, há uma luz no túnel dos desesperados, há um cais de porto pra quem precisa chegar,... Eu estou na lanterna dos afogados, eu estou te esperando vê se não vai demorar... Uma noite longa pra uma vida curta, mas já não me importa, basta poder te ajudar e são tantas marcas que já fazem parte do que eu sou agora, mas ainda sei me virar... Eu tô na lanterna dos afogados, eu tô te esperando vê se não vai demorar.♪
Não sei se isso é um defeito ou uma qualidade... mas sei que não é bom!
Carência... aquela que dá quando você espera um abraço que nunca vem, um telefone que nunca toca, uma mesa vazia após o jantar. Não me recordo desde quando me sinto assim, só sei que não é bom! Parece que você nunca está satisfeita com o que tem, pra tudo tem uma reclamação, e o pior é que parece que ninguém está disposto a lhe ouvir (e não está), ninguém tem vontade de discar seu número e perguntar como você tá!... Isso definitivamente não é bom!

"Às vezes não precisa falar muitas coisas para que se faça entender... a não ser que o receptor não faça tanta questão assim!!!"
***
A baixa auto-estima o ilude, e o anula. Para se evitar cair nas teias da carência é importante ter clareza dos objetivos que almejamos e buscamos viver. Precisamos nos questionar se não estamos vivendo também às margens de nossa própria carência.

*Caaalma, fui pesquisar e minha carência não é tão google assim viu!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário